Placa bacteriana: O que é e como ela é formada?

Placa bacteriana: O que é e como ela é formada?

O cuidado com a saúde bucal vai desde a higiene adequada, até mesmo à busca por informações a respeito de como melhorar a parte odontológica, descobrindo novas doenças e cada vez mais informações, como por exemplo, a respeito da placa bacteriana, que apesar de comum, pode evoluir e levar ao desenvolvimento de outras doenças.

Dessa forma, assim como todas as outras doenças bucais que são muito comuns, a placa bacteriana também está diretamente ligada com a falta de higiene bucal e o acúmulo de alimentos nos dentes e gengiva, que por sua vez fortalecem e intensificam a atuação de bactérias e microrganismos na boca. 

Sendo assim, confira a seguir tudo o que você deve saber a respeito das placas bacterianas, motivos pelas quais elas são formadas, sintomas, prevenção e tratamentos, tudo isso para evitar graves consequências que podem estar atreladas a esse problema bucal e não precisar se preocupar com aparelho fixo estético.

.

O que é placa bacteriana?

Para quem não sabe, a placa bacteriana nada mais é do que um tipo de doença bucal e seu principal perigo é que ela pode levar o paciente a desenvolver diversas complicações.

Além disso, esse tipo de problema bucal acaba favorecendo a proliferação de bactérias nocivas para os dentes, gengiva e outros tecidos da boca, que acima de tudo, pode levar a sérias consequências, como a perda de dentes.

Pacientes se recuperando de uma cirurgia do siso também podem acabar desenvolvendo placa bacteriana, como resultado de uma higiene comprometida, caso não siga as indicações dos profissionais de odontologia.

Também chamada de biofilme, a placa bacteriana tem como principal característica o fato de ser uma fina camada, composta principalmente por resíduos alimentares que se depositam sobre os dentes sempre que nos alimentamos.

Justamente por essa formação e essas características, a placa bacteriana é um problema bucal que pode ser desenvolvido em qualquer idade, desde as crianças até os idosos, já que está relacionada à alimentação, não às condições orgânicas ou procedimentos, como a aparelho autoligado.

Como é formada a placa bacteriana?

Assim como já mencionado anteriormente, a placa bacteriana é formada pelas bactérias que já estão presentes na boca, mas que acabam se reproduzindo de maneira acelerada e desenfreada, justamente pela presença de restos de alimento e condições úmidas, favorecendo e potencializando a ação danosa desses microrganismos. 

Sendo assim, é possível afirmar que, basicamente, quando o paciente não realiza a devida higienização bucal, com a falta da escovação, o acúmulo de alimentos restantes na boca acaba desenvolvendo a placa bacteriana, que leva esse nome justamente por ser uma placa fina que vai se formando ao redor dos dentes.

Portanto, com o passar do tempo, se essas placas não são retiradas, o problema vai se intensificando e, além de poder se transformar em tártaro, com a calcificação dessas placas, esse problema também acaba causando gengivite, cáries e doenças periodontais. 

Isso pode levar o paciente a precisar se preocupar com questões como lente de contato dental durabilidade, por exemplo, já que esses problemas prejudicam a estética do sorriso e podem levar a situações como a necessidade de extração de dentes amplamente afetados.

Como posso evitar a formação da placa bacteriana?

Para impedir o surgimento de placas bacterianas, o melhor caminho é evitar os fatores que levam essa situação a acontecer, ou seja, priorizando e valorizando uma higienização de qualidade.

Para isso, faça questão de usar a escova adequada e buscar escovar seus dentes pelo menos três vezes ao dia, sempre após todas as suas refeições. Não se esqueça de passar o fio dental e garantir a saúde das suas gengivas, questão importantíssima principalmente para quem usa aparelho lingual.

Vale lembrar que para garantir um sorriso distante desse problema, além da higienização bucal vale a pena fazer visitas regulares ao profissional dentista, bem como manter uma alimentação de qualidade, evitando consumir de forma exagerada alimentos como doces.

Como evitar a formação desta complicação?

Leia adiante algumas das principais formas de evitar o surgimento e desenvolvimento da placa bacteriana:

  • Reforçar a escovação dos dentes três vezes ao dia;
  • Escovar a língua para impedir o acúmulo de biofilme na superfície;
  • Utilizar fio dental diariamente para conseguir retirar a placa bacteriana;
  • Evitar a ingestão excessiva de alimentos com açúcar ou amido.

Outra recomendação para evitar a formação de placa bacteriana é a visita regular ao dentista. Isso auxilia na limpeza dos dentes e exame completo da arcada, identificando e impedindo diversos outros problemas bucais.


Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando esse bloqueador de anúncios.

 
Powered By
Best Wordpress Adblock Detecting Plugin | CHP Adblock