Facetas e lentes dentais são iguais? Entenda a diferença e manutenções

Facetas e lentes dentais são iguais? Entenda a diferença e manutenções

Na odontologia, existem uma série de instrumentos que são utilizados para tratamentos odontológicos variados, como as facetas e as lentes de contato dentárias. Você verá a diferença de facetas e lentes, entendendo o por que elas não são iguais.

O que é a faceta dentária?

Para fazer essa comparação, é importante explicar sobre o que se trata cada um desses instrumentos. primeiramente falaremos das facetas dentárias.

Apesar de ter ganho maior notoriedade nesse século,as facetas de resina foram desenvolvidas ainda no século passado, por volta de 1928. 

Na época as facetas eram utilizadas em produções e filmagens, ajudando na mudança temporária da aparência dos personagens.

Atualmente, as facetas possuem uma utilização mais ampla, sendo utilizadas essencialmente para tratamentos estéticos, ajudando as pessoas a transformarem seus sorrisos de maneira mais leve e qualificada que outros tipos de tratamentos odontológicos.

Da mesma maneira que outros tratamentos odontológicos, o uso de faceta dente tem como principal objetivo a qualificação da estética dos dentes, realizando ajustes importantes, como no alinhamento da arcada dentária.

As facetas podem ser produzidas em dois tipos principais, de resina ou de porcelana. Entretanto, o mais comum é que as facetas sejam de porcelana, garantindo resultados bastante qualificados para os tratamentos.

O que é lente de contato?

Já a lente de contato dental é um instrumento ainda mais moderno, e que se assemelha às lentes oculares, principalmente pela sua finura e expressão. 

Essas lentes são leves e quase imperceptíveis, e são posicionadas sobre os dentes, realizando mudanças importantes na estrutura do dente afetado enquanto permanecem sob eles.

Assim como as facetas, as lentes também costumam ser fabricadas em resina, a partir de estruturas retiradas do próprio dente, ou então de porcelana. Da mesma maneira, é mais comum que sejam utilizadas a de porcelana, justamente pela qualidade do material.

Esse tratamento com lente de contato nos dentes é considerado pouco invasivo, visto que, elas são fáceis de serem posicionadas na estrutura dos dentes, sem precisar desgastá-los para conseguir o resultado desejado.

O tratamento com lente é duradouro e contínuo, se assemelhando ao uso de aparelhos odontológicos. As lentes podem proporcionar algumas vantagens importantes para os pacientes, tais como:

  • Tratamento indolor e leve;
  • Pouco desgaste nos dentes;
  • Alinhamento dos dentes;
  • Correções estruturais;
  • Eliminação de manchas.

Diferença entre lente e faceta

Como você pode perceber, ambos os instrumentos que discutimos até agora possuem semelhanças bastante importantes, e muitas pessoas acabam acreditando que são os mesmos tipos de elementos. Entretanto, é importante destacar que eles se diferem.

Um exemplo claro da diferença entre a lente nos dentes e as facetas é a espessura de cada um desses itens. As facetas se apresentam como uma capinha dentária, com cerca de sete milímetros de espessura. 

Essa numeração, para o posicionamento dos dentes, significa que as facetas são mais grossas.

Já as lentes de contato costumam ser mais finas e ultraleves. De modo geral elas são fabricadas com  0,2 a 0,4 mm de espessura, quase metade da espessura das facetas odontológicas.

Essa é a principal diferença entre esses dois instrumentos. Quando posicionado sob os dentes fica claro como as facetas são mais perceptíveis, justamente por serem mais grossas do que a lente de contato.

Além disso, existem algumas diferenças no modo como elas agem sobre a arcada dentária de cada paciente. As lentes, por exemplo, são mais utilizadas para correções estruturais nos dentes, como aumento do tamanho da arcada dentária, etc. 

Já as facetas são mais comuns em pacientes que querem modificar a coloração dos dentes, ou então quem possui dentes desalinhados e tortos. 

Como escolher a mais adequada?

Assim como qualquer tratamento odontológico que você irá realizar, é fundamental que você consulte primeiramente o seu dentista especialista. 

Esses profissionais são responsáveis pelo acompanhamento de como está a sua saúde bucal e quais são as necessidades, quais instrumentos precisam ser utilizados para ajustes importantes nos dentes.

Como esse procedimento, tanto com lente, como com facetas, é muito comum em consultórios odontológicos estéticos, é interessante que você busque o auxílio necessário em centros especializados desse segmento. 

Dessa maneira, você certamente encontrará profissionais que saibam avaliar quais são as necessidades e qual desses instrumentos é o mais adequado para a sua arcada dentária. 

Além disso, esses profissionais saberão orientá-lo de que maneira você deve realizar a manutenção desses equipamentos, garantindo um tratamento bastante qualificado. 
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e retenção de funcionários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.